George Nelson

George Nelson, nascido em 1908 em Hartford, Connecticut (EUA), estudou arquitetura na Universidade de Yale. Uma bolsa de estudos permitiu-lhe estudar na Academia Americana de Roma, de 1932 a 1934. Na Europa, ele se familiarizou com as principais obras de arquitetura e os principais protagonistas do modernismo.



Em 1935, Nelson ingressou na equipe editorial do 'Architectural Forum', onde trabalhou até 1944. Um artigo programático sobre construção residencial e design de móveis, publicado por Nelson em uma edição de 1944 da revista, atraiu a atenção de D.J. DePree, chefe da empresa de móveis Herman Miller, Inc. Pouco tempo depois, George Nelson assumiu o cargo de Diretor de Design da Herman Miller. Permanecendo lá até 1972, ele se tornou uma figura-chave do design americano; Além de criar móveis para a casa e o escritório, Nelson também convenceu Charles & Ray Eames, Isamu Noguchi e Alexander Girard a trabalhar para a Herman Miller.



Em 1957, o fundador da Vitra, Willi Fehlbaum, assinou seu primeiro contrato de licença com a Herman Miller para produzir móveis para o mercado europeu. Nas décadas seguintes da colaboração com Vitra, desenvolveu-se uma estreita amizade entre George Nelson e Rolf Fehlbaum, que mais tarde falou sobre Nelson: 'Nenhum outro designer de destaque falou com inteligência ou escreveu com coerência sobre design'. Nelson expressou seus pensamentos sobre tópicos de design em inúmeros artigos e onze livros; seu tratado seminal 'How to See' foi relançado recentemente em uma nova edição de Phaidon.



Juntamente com sua posição como diretor de design da Herman Miller, Nelson abriu seu próprio escritório de design em 1947, George Nelson Associates, Inc. para criar inúmeros produtos e objetos, alguns dos quais são agora considerados ícones do modernismo de meados do século. George Nelson morreu em Nova York em 1986.